Spaghetti alle Vongole con zucchine

(trad: Espaguete ao vôngole e abobrinha)

Por acaso você quer impressionar seus convidados, ou seu/sua amoroso/a? Essa é uma receita perfeita.

Parece complicado, mas é muito simples; é sofisticado, mas requer poucos ingredientes e, o melhor, é muito rápido de fazer (o que demora é fazer “expurgar” as conchinhas, por isso é bom se organizar com pelo menos umas 2 horas de antecedência).

Não tem muito segredo, basta levar em conta algumas dicas espertas:

  1. A única coisa que pode efetivamente estragar o prato é a areia que pode ficar dentro das conchinhas. Como evitar? Deixar os vôngoles de molho em água com uma ou duas colheres de sal grosso por o maior tempo possível – até de um dia para o outro (na geladeira) – mas, no mínimo, por 2 horas. Quanto menor o tempo disponível, mais vezes você deverá trocar a água, e “revirar” com as mãos os vôngoles.
  2. Regra de ouro para moluscos bivalves: quando é cru, deve estar fechado; descarte os abertos e os quebrados. Quando é cozido, deve estar aberto; descarte os teimosos que não quiserem abrir.

Dito isso, comecemos!

Para duas pessoas (boas de garfo)

Ingredientes

–       200g de spaghetti ou linguine
–       500g de vôngole fresco
–       um copo de vinho branco
–       azeite
–       1 dente de alho
–       1 peperoncino seco (se você não tiver, pode colocar um pouco de pimenta do reino no final)
–       salsinha fresca bem picadinha
–       sal grosso (para a água dos vôngoles e para a água da pasta)*

(a lista acima é a receita básica, à qual adicionaremos abobrinha, para conferir um pouquinho de doçura)

–       1 abobrinha média, bem lavada e cortada em pedacinhos pequenos, de mais ou menos 3cm

*Nota: aqui, normalmente as pessoas usam sal grosso na água da pasta; a regra é: 1L de água, 100g de pasta e 10/12g de sal grosso (uma colher de sopa rasa). Porém, se não me engano, o sal grosso vendido no Brasil é mais forte; por isso, se não quiser arriscar, coloque menos sal e, à medida que a pasta cozinha, experimente um fiozinho de massa. Se ainda estiver meio insossa, adicione um outro pouquinho de sal.

Modo de fazer

1)   Lave os vôngoles em água corrente e deixe-os de molho por, pelo menos, 2 horas em um recipiente com bastante água e 1 ou 2 colheres de sal grosso. Troque a água e “revire” as conchinhas com frequência, para ajudar a mandar embora a areia.

Conchinhas de molho na água salgada
Conchinhas de molho na água salgada

2)   Coloque a água da pasta para ferver. Quando estiver fervendo, coloque o sal (ver Nota acima)

3)   Em uma frigideira grande, ou panela bem larga, em fogo médio, coloque (a) um fio de óleo (sem miséria), (b) um dente de alho com a casca, mas ligeiramente amassado – com a mão, o cabo de uma faca grossa, etc. – e (c) o peperoncino esmigalhado com as mãos. Assim que o alho começar a fritar (i.e. soltar bolhinhas), adicione as abobrinhas. Refogue tudo por aproximadamente 5-10min, ou até que estejam al dente – ou seja, macias, mas ainda um pouco crocantes; não molengas. Retire o alho.

Refogar a abobrinha até que fique al dente
Refogar a abobrinha até que fique al dente

4)   Escorra a água dos vôngoles e jogue-os na panela e, com uma colher de pau, misture tudo por mais ou menos um minuto. Adicione o vinho e o deixe evaporar. Cubra a panela e dê um tempinho para as conchinhas se abrirem – mais ou menos 3 minutos.

5)   Butta la pasta! (trad. “jogue a massa!”)

6)   Uma vez abertas as conchinhas, o molho teoricamente está pronto. Falta só a salsinha – que deve ser colocada com o fogo já apagado.

7)   Se você quiser fazer bonito, antes de colocar a salsinha, tire os moluscos das conchas, de modo que, quando o prato for à mesa, esteja já pronto para ser devorado. Porém, esse passo não é necessário e, se o fizer, muito cuidado para não queimar as mãos.

Vôngole sem concha
Vôngole sem concha

8)   Quando a massa estiver al dente (normalmente 2 minutos antes do tempo indicado no pacote), reserve uma concha da água da massa (a preciosa “acqua di cottura”), reacenda o fogo do molho, escorra a pasta e a incorpore ao molho. Se este estiver com pouca água, adicione a água da pasta. Quando estiver tudo misturado, está pronto!

Buon appetito!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s