A dois passos de uma taça de Antinori

English Version

Uma das coisas mais bacanas de Bologna é o fato de a cidade ser super bem localizada no norte da Itália. Sempre recomendo que as pessoas façam de Bologna sua base quando querem passear por essa região, porque além de mais barata e menos turística do que outras grandes cidades italianas, daqui, com um trem rápido, é possível chegar em Milão em uma hora, em Veneza em 1h30, em Verona em 1h15 e na minha amada Florença em 35 minutos…

Quanto à última, amo-a perdidamente e sempre que posso dou uma passada por lá – até porque, convenhamos, para uma paulistana DOC como eu, meia hora significa do lado de casa…

Um dos poucos problemas de Florença, porém, é que ela é cheia de armadilhas para turistas, principalmente em se tratando de restaurantes. Se alguém não ficar de olhos abertos, corre grande risco de comer muito mal e pagar muito caro (uma dica que funciona sempre: JAMAIS vá em um restaurante que apresente um menu bilíngue – ou trilíngue, quatrilíngue etc… – com fotos dos pratos na porta. 99,9% de chance de ser roubada).

Mas, claro, informando-se bem é possível comer muito bem por lá. E tem um lugar que vou sempre, que é quase uma instituição da cidade e que vale a viagem: a Cantinetta Antinori.

Antinori, para quem não conhece, é uma das famílias mais tradicionais da região de  Florença; eles são produtores históricos de excelentes vinhos (facilmente encontrados no Brasil, mas com preços bem salgados), e a Cantinetta Antinori é localizada bem no antigo prédio da família, o Palazzo Antinori, onde há séculos os vinhos são vendidos. Se hoje é possível adquiri-los em tantos lugares ao redor do mundo, antigamente, isso só era possível aqui, diretamente através dessa janela:

Janela no Palazzo Antinori
Janela no Palazzo Antinori

Falando do restaurante, nesse lugar, a um só tempo chique e simpático, é possível experimentar pratos ótimos da verdadeira tradição gastronômica local, como frios típicos da região, crostini toscanos (AMO o com fígado – que normalmente não gosto, mas o dali como de joelhos):

Crostini con fegatini
Crostini con fegatini

pappardelle al ragù toscano (feito com menos tomate e temperos diferentes, quando comparado ao bolonhês),

Tagliatelle al ragù toscano
Tagliatelle al ragù toscano

e trippa alla fiorentina (dobradinha à moda de Florença – vale a pena passar por cima de preconceitos e experimentar; é divina.)

Trippa alla fiorentina
Trippa alla fiorentina

Mas, se eu tivesse que apontar o grande trunfo do lugar diria que é o fato de que ali – e só ali – é possível pedir os espetaculares vinhos da casa, cujas garrafas, no Brasil, chegam a custar mais de mil reais, em cálice. Isso mesmo, é possível pedir uma taça de Villa Antinori, Pian delle Vigne (meu favorito), Tignanello (um dos tops) ou Solaia (O TOP) pagando no máximo 30 euros. Não é barato, mas é o único lugar no mundo em que você poderá experimentar esses vinhos sem ter que pedir uma garrafa inteira. Uma vez na vida, vale a pena 😉

Meu namorado apaixonado pelo seu cálice de Solaia
Meu namorado apaixonado pelo seu cálice de Solaia

Assim sendo, quando você estiver em Florença e quiser se tratar bem, dê um pulo nesse lugar – e, para economizar, volte para Bologna no final do dia 🙂

(Cantinetta Antinori, Piazza Antinori 3, Florença. É bom reservar: +39 (0) 55-292-234 ou firenze@cantinetta-antinori.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s