Nem só de tortellini vive Bologna…

Quem me acompanha no Instagram (@flocibo) sabe que ultimamente ando em uma fase meio oriental… Talvez seja a saudade de casa batendo – afinal, minhas raízes são tão japonesas quanto italianas – ou simplesmente uma certa canseira de ver lasanha, tortellini e molho à bolonhesa todo dia, em qualquer lugar que eu vá.

Seja como for, eu que sempre amei e sempre comi muita comida japonesa, desde pequeninha, me vi dentro de um túnel do tempo quando minha chefe, que passou uns dias no Japão, me trouxe uma tonelada de furikake, o sabor da minha infância.

furikake!!!
furikake!!!

Para quem não conhece, furikake é uma espécie de temperinho pronto muito saboroso, feito com algas, peixes e outros ingredientes desidratados, e que normalmente acompanha o arroz branco japonês – o shiro gohan.

No Brasil, principalmente em São Paulo, é muito fácil de achar (na Liberdade nem se fala, tem milhares!) e recomendo vivamente a todos. O meu preferido – e preferido de todas as crianças – é de ovos e algas, mas hoje em dia, para o meu gosto, ele compete com o de umeboshi (aquela ameixa em salmoura, típica do Japão).

Bom, mas voltemos a Bologna.

Com o estoque renovado desse pozinho mágico, me bateu uma vontade incontrolável de descobrir outros sabores orientais aqui na minha cidade. Duas descobertas alegraram minha vida: a primeira, o Maichan um restaurante/take-away no Mercado dele Erbe (sempre ele!), tipicamente cantonês, especializado em dumplings e outros pasteizinhos cozidos ao vapor – mas que também tem outros pratos, como uma espécie de yakissoba, arroz temperadinho e outras delícias.

Você pode comer tudo ali mesmo, ou fazer como eu: levar para casa e aquecê-los em um daqueles utensílios para cozinhar ao vapor, preferencialmente feito de bambu.

Dumplings no vapor
Dumplings no vapor

Minhas escolhas, aquele dia, foram um dumpling de verduras e um siu mai de bacalhau e acelga. Tudo levinho e delicioso!

siu mai com bacalhau e acelga
siu mai com bacalhau e acelga

Ah, só uma coisa que acho muito engraçada aqui na Itália: qualquer pastelzinho, seja ele frito, ao vapor, japonês (como o guioza), chinês (como o dumpling) vira ravioli!!! Hahaha

Bom, mas a minha segunda descoberta foi ainda mais mágica: quase fora do centro histórico, existe uma loja fantástica de produtos orientais – japoneses, chineses, indianos…

Produtinhos japoneses
Produtinhos japoneses: udon, arroz japonês e misoshiru

E (me vem lágrimas nos olhos só de falar!) BRASILEIROS!!!! Achei pão de queijo, polvilho, farinha de mandioca e até guaraná!!! Foi um dos dias mais felizes da minha vida 🙂

Brasil em Bologna
Brasil em Bologna

O lugar chama-se Asia Mach (Via Mascarella 81) e certamente vou bater ponto ali sempre.

Assim sendo, finalmente percebi que, mesmo em Bologna, existe vida além do tortellini e, melhor ainda, ela pode ter olhinhos puxados!

1 Comment

  1. Estou planejando me mudar para Bologna e não consigo parar de ler esse blog, parabéns!

    Depois dessa notícia, estou decidido que vai dar certo 😉

    Obrigado pelo ótimo trabalho.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s