Praça de alimentação dos sonhos

Mercato di Mezzo: uma praça de alimentação diferente (Foto: Simone Tortini)
Mercato di Mezzo: uma praça de alimentação diferente. (Foto: Simone Tortini)

Confesso que sempre tive um certo pavor de praças de alimentação. Para mim, aquele barulhão todo e as filas imensas para pedir pratos que normalmente deixam muito a desejar sempre arrepiaram meus cabelos.

Tudo mudou em abril deste ano, quando foi aberto o Mercato di Mezzo, bem no coração do centro histórico de Bologna, a dois passos da Piazza Maggiore e na zona conhecida como o “Quadrilatero” (já falei dela aqui) que é o paraíso de qualquer amante de produtos gastronômicos frescos e de excelente qualidade.

O prédio em si foi construído em um local histórico, onde, na Idade Média, abrigava o primeiro mercado coberto de Bologna. Desde 2012, começou a ser restruturado por uma famosa cooperativa local (a Coop Adriatica, responsável pela maior cadeia de supermercados da região) para se transformar no mais novo ponto de encontro para a celebração do comer bem.

O Mercato, com duas entradas, uma na Via Clavature e outra na Via Pescherie Vecchie, tem três andares (no total 700 metros quadrados) e, ao redor de um amplo espaço com mesinhas, há aproximadamente 10 “stands gastronômicos”, com alguns dos nomes mais importantes da tradição da Emilia Romagna, como a incrível Macelleria Zivieri (o açougue mais renomado da região, que cuida de toda sua cadeia de produção desde a criação de animais) que ali, apelidada de RoManzo, oferece pratos excepcionais como hambúrgueres; tagliata de carne de vaca, de cervo e de cabrito; e um estupendo kebab.

Outro lugar que bato ponto sempre é a Pescheria del Pavaglione, que oferece pratos à base de peixes e frutos do mar sempre frescos e deliciosos (destaque para as saladas e pratos frios – foto no início do posto – que são ótimos, e o frito misto).

Além desses, existem: um café com pâtisserie, uma frutaria, uma enoteca, uma espécie de padaria, um lugar especializado nos ótimos salumi da região e uma mini filial da Coop.

Salumi: Grandi salumifici italiani
Salumi: Grandi salumifici italiani

Para melhorar ainda mais as coisas, no andar de cima, fica a pizzaria do Eataly (já conhecido aí no Brasil), com ótimas redondas feitas apenas com ingredientes orgânicos da região e, no subterrâneo, uma espécie de pub, onde se podem beber cervejas artesanais da Birreria Artigianale Baladin.

O mais bacana é que se você não quiser comer ali mesmo, pode comprar o que quiser e levar para casa, ou, por que não, se deliciar com esses excelentes quitutes bem no meio na Piazza Maggiore, olhando o movimento.

É ou não é a praça de alimentação mais bacana que você já viu?

Fica aqui uma lista dos restaurantes do Mercato di Mezzo: Forno Calzolari (www.fornocalzolari.it), Agribologna (www.agribologna.it), Macelleria Zivieri (www.macelleriazivieri.it), Pescheria del Pavaglione, Grandi salumifici italiani (www.grandisalumificitaliani.it), Granarolo e a pâtisserie Gino Fabbri (www.granarolo.it e http://www.ginofabbri.it), Coop Adriatica, Enoteca regionale dell’Emilia-Romagna (www.enotecaemiliaromagna.it), Pizzeria Eataly e Birreria artigianale Baladin (www.baladin.it). O Mercato fica aberto todos os dias das 8h às 0h.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s